Sabe qual é a profissão certa para si?

No início de carreira, muitos jovens e também alguns profissionais experientes deparam-se muitas vezes com uma das maiores dúvidas: como optar pela profissão certa?

Algumas pessoas desde crianças sabem o que querem fazer quando crescerem, mas outras nem por isso, simplesmente andam à deriva e sem saberem que rumo seguir. Se para uns o destino já pode estar traçado, para outros não é bem assim e terão que escolher a sua carreira ou optar por uma mudança de profissão.

Por isso mesmo, escolher uma profissão é por vezes uma decisão difícil, mas o segredo é não complicar. As perguntas adequadas, na hora certa podem responder às questões. Veja quais:

 

1. Qual é o seu talento natural?

Existem pessoas que têm um dom natural e existem outras que o desenvolvem para uma determinada área profissional. No entanto, o que têm um comum é a aptidão, o instinto, a vocação ou o talento para certas tarefas e atividades.

Se tiver consciência desses fatores pode ser fundamental para escolher a profissão certa. Por isso, pense no que gosta de fazer e no que realmente é bom, são os seus pontos fortes.

 

2. Qual é o seu estilo de trabalho?

Gosta de ambientes relaxados e flexíveis ou de ambientes estruturados e competitivos. Talvez pareça confuso, mas é muito simples. Há pessoas que preferem trabalhar em ambientes mais “íntimos”, que é possível encontrar nas Pequenas e Médias Empresas em que o ritmo é mais lento.

Por outro lado, existem outras pessoas que procuram trabalhar em grandes empresas e em ambientes mais acelerados. Já sabe qual é o seu estilo?

 

3. Onde gostaria de trabalhar?

É uma pergunta que vem no seguimento da anterior e que também pode ajudar a completar. Onde se vê a trabalhar? Falamos sim da localização geográfica. Pode optar por uma grande cidade, fase a uma região menos desenvolvida ou menos industrializada, ou até mudar de país.

Pode ainda optar por viajar em trabalho ou por um emprego fixo que não envolva grandes deslocações. Tudo está relacionado com as suas preferências, se definir as suas opções de escolha de profissão, não só relativamente às áreas, mas também às indústrias e até empresas.

 

4. Lida bem com o stress?

Tem que pensar na forma como consegue lidar com o stress e com a pressão. Conforme a sua análise, veja quais as profissões que podem ser ou não apropriadas para o seu perfil. Caso, não consiga lidar com o stress, então não estará preparado para trabalhar numa multinacional, em que terá que cumprir prazos apertados.

Contudo, há quem esteja preparado. Pois há quem goste desta realidade. Coloca essa possibilidade? É resistente à pressão ou acha que quebra perante as dificuldades?

 

5. Quão importante é para si o equilíbrio entre a vida profissional e a pessoal?

Valoriza o facto de puder estar em casa à hora de jantar ou ter os fins de semana em família, para puder passear, então analise bem as opções e perceba se a profissão que vai escolher pode usufruir desses benefícios. Deve ter algumas coisas em consideração como por exemplo, o tipo de trabalho que vai desempenhar e o tempo exigido.

Pois existem profissões que exigem serviço aos fins de semanas e/ou feriados, ou com horários incertos. Se acha que não vai aceitar esta realidade, então considere outras opções.

 

6. Está a escolher a profissão por si ou pelos outros?

Pode-se dizer que é um erro bastante comum e também dos piores quando está a escolher a sua carreira. Pois pense que vai acordar para ir trabalhar e não importa o facto de ser a profissão de toda a família ou o sonho dos seus pais.

Pense em si. Pense no que realmente gosta de fazer, o que o desafia, a sua vocação. Deve ser essa a sua escolha.

 

A escolha certa

Só existe uma escolha certa, a sua! Se for somente a sua escolha, não existem erros. Como tal, é importante responder às questões acima e seja correto consigo mesmo, seja franco consigo mesmo.

É importante que escolha a profissão que se enquadre ao seu perfil, relativamente a interesses, competências, valores e até personalidade. Se fizer isso, irá certamente ter a profissão em que se sentir-se-á mais realizado.

Fonte: e-konomista

Publicidade

Siga-nos

Subscreva à nossa Newsletter